Páginas

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

ENTREVISTA: Angry (Mauá)

SCUM: Fale um pouco sobre a história da banda.
O Angry foi formado no ano de 2009, eu tinha acabado de sair de uma banda e estava procurando formar uma nova banda, encontrei o anúncio do Ricardo e nos juntamos, depois de alguns meses fazendo testes com guitarristas, convidei o Alex, que eu já conhecia da cena metal de Mauá e assim formamos o Angry.
Lançamos nosso EP em 2010, também lançamos um Split com a banda de thrash metal venezuelana Kraptor e nesse ano iremos lançar nosso novo disco chamado Future Chaos.

SCUM: Vocês lançaram recentemente o clipe de Future Chaos. Fale um pouco sobre o processo de gravação, receptividade do público...
A gravação do clipe foi muito legal, os produtores do clipe (Caio Augusttus e Estevam Romera), nos indicaram as melhores formas e nos auxiliam em tudo. Gravamos o clipe em um matadouro desativado em Mauá e foi bem cansativo, gravamos das 8 até às 18 horas.
A receptividade está sendo incrível, com um mês o clipe já teve quase 5000 visualizações e o pessoal está elogiando bastante o trabalho, onde também ficamos bem satisfeitos.


SCUM: Quais são as principais influências da banda?
No metal gostamos de tudo um pouco, mas para a banda, as principais influências são: Coroner, Forbidden, Annihilator, Metallica, Slayer, Kreator, Sepultura, MX, Attomica, Havok, entre outras.

SCUM: Como é o cenário independente em Mauá?
O cenário hoje está melhorando, a uns 3 anos atrás mal existiam bandas na cidade, os bares de rock e metal foram fechando graças a lei seca que figura em Mauá.
Mas hoje temos grandes bandas que estão tocando e arrebentando por ai como o Setfire, a Breakout e o Final Nightmare.
Fico muito feliz de ver essas bandas e torço para que mais bandas apareçam.
Em 2010 vocês lançaram o disco 'Only Lies'. Há previsão para novos trabalhos?
Sim, no próximo mês será lançado nosso novo disco chamado Future Chaos, aqui no Brasil sairá pela Tauil Entretenimento e no exterior pela Cadaver Records.
Além disso, como citei, temos o Split com a banda Kraptor, que saiu no ano de 2012 e foi lançado pela Faminttus Records.

SCUM: Indique 3 bandas nacionais independentes que vocês gostem (não precisa ser do mesmo gênero que o de vocês).
Gostamos de muitas bandas, mas podemos citar o Leatherfaces de São Paulo, seguramente uma das melhores bandas de metal brasileira, somos muito fãs deles.
Tem o Imminent Attack, uma banda de crossover de Barueri, um dos melhores shows que eu já vi, quem assiste não fica parados, além de terem um grande disco.
E também tem o Martíria, uma banda daqui de sampa que faz um Heavy / Thrash de muito bom gosto.
Só pode ser 3 bandas mesmo???Ainda temos pelo menos umas 5 para indicar...kkkkkkkk

SCUM: Esse espaço é de vocês, usem como quiserem.
Queremos agradecer primeiramente a vocês do Scum por terem aberto o espaço, curti muito a entrevista.
Também queriamos agradecer a todas as pessoas que nos apoiam e nos ajudam de alguma forma.
Agradecer as nossas gravadoras Tauil Entretenimento e Cadaver Records por acreditar em nosso trabalho.
A todas as bandas e produtores que são mais que irmãos, são companheiros de estrada e luta.
E agradecer principalmente aos fãs e amigos da banda, porque sem vocês a banda e a cena como um todo não existiriam.
Thrash ‘Till Death.