Páginas

quarta-feira, 9 de abril de 2014

ENTREVISTA: Imminent Attack

Dez anos de banda e energia de sobra. Confira o papo que tivemos com Dinho, vocalista do Imminent Attack de Barueri.




SCUM O Imminent Attack completa em 2014, dez anos. Conte um pouco sobre o percurso da banda.

Verdade este ano fazem 10 anos de estrada e muitas coisas aconteceram durante esse período. Nesse tempo tivemos algumas mudanças a primeira delas aconteceu na bateria em 2004 mesmo, quando Carlos Cananea cedeu seu lugar para o André A.lein que está conosco até hoje...Tivemos mais mudanças foi no Baixo onde Glauber foi o primeiro a tocar com a gente e depois dele passou o Jonas que gravou o Deliver com a gente, o ultimo a tocar conosco foi o Alan Magno que infelizmente não poderá continuar com a gente.Hoje quem está assumindo o baixo é o Ivan que era nosso guitarrista, esperamos que agora não tenhamos mais problemas com as 4 cordas rsrsrs...Estas foram as principais mudanças na banda que conta ainda com o Erick Veles na guitarra e com Dinho Guimarães nos vocais. Em 2005 gravamos uma demo que nem divulgamos pois achamos a gravação horrível, tivemos mais vergonha na cara e acabamos em 2012 gravando algo mais decente rsrsrs...foi quando saiu o DELIVER US FROM OURSELVES, em 2013 tocamos em mais de 30 cidades pelo Brasil, tivemos a oportunidade de conhecer pessoas incríveis, lugares sensacionais, enfim...Em 2014 tivemos o lançamento do EP COUCH POTATO e estamos trabalhando nas musicas que farão parte do nosso próximo álbum que se tudo der certo estará na praça no inicio de 2015.


SCUM -  Os shows da banda têm sido considerados um dos mais enérgicos na cena crossover nacional. Cite algumas cidades, produtores, fatos que tenham marcado vocês de alguma forma.

Sempre tivemos a preocupação de tocar imaginando que a gente está do outro lado do palco, talvez por isso tocamos com toda essa vontade e energia, quando a gente sai de casa pra ir tocar em alguma cidade, a gente faz o show como se fosse nosso ultimo, pois queremos sair do local com as pessoas querendo que a gente volte (ou não) rsrsrs...Tivemos a chance de tocar em vários locais pelo Brasil e tocar alguns locais que não esqueceremos nunca, um deles com certeza foi o Festival do Sol em Natal/RN, galera insana, local fantástico, estrutura que não vi igual por aqui. Posso citar tbm o show em Sobral/CE que foi sensacional.

SCUM -  'Deliver Us From Ourselves' foi muito elogiado pela crítica. Como foi o processo de composição?

O álbum contem faixas de 10 anos atrás e outras compostas 2 dias antes da gravação, podemos dizer que é um disco que realmente abrange todo esse período da banda, por isso é difícil pra gente falar sobre processo de composição, pois não tivemos um período pra se dedicar apenas a composições novas e talz.

SCUM -  Quais são os planos do Imminent Attack?

A gente tenta focar em períodos curtos, por exemplo, nossa “meta” pra 2014 é terminar a gravação do novo álbum e tocar o máximo possível. Após esse período a gente se reúne e conversa sobre as metas do próximo ano e assim por diante rsrs...mas no geral nosso planos não fogem a regra da maioria das bandas, gravar, tocar, conhecer novos lugares, novas pessoas, tocar pra cada vez mais gente...

SCUM - Indique 4 bandas nacionais de thrash/crossover que nossos leitores não podem deixar de ouvir!

Isso sempre é uma tarefa muito ingrata, pois inevitavelmente vamos esquecer varias bandas... Mas pra citar quatro, são elas: Criminal Mosh (SP), D.D.A (PB), C.F.C (RS), Cursed Slaughter (SP)

SCUM - Muito obrigado pela entrevista e esse espaço é de vocês. Usem como quiser!

Só queremos agradecer pelo espaço cedido aos mamutes e a força que o SCUM WEB ZINE está dando pra galera independente. Valeu mesmo!!!!

Mais sobre a banda:
https://www.facebook.com/imminentattack