Páginas

segunda-feira, 8 de abril de 2013

ENTREVISTA: Bruno | Le Mars


Conversamos com o Bruno, vocalista e guitarrista do trio de grindcore paulista, Le Mars. Ele nos contou um pouco sobre o início da banda, sobre o lançamento do primeiro EP, sobre o cenário grind em sua cidade, tour com a banda Stoma e muito mais. Confira:


SCUM- Fale um pouco do início do Le Mars.
BRUNO - Primeiramente eu queria agradecer pelo espaço, é sempre uma honra pra mim responder algumas perguntas de quem realmente está ajudando a cena.
O Le Mars começou acho que no fim de 2010. Eu e o Paulo tocamos antes do Life is a Lie e no Evokers e com o fim das duas bandas a gente meio que se distanciou. Depois de um tempo a gente se viu em algum role e eu lancei a ideia de montar outra banda, por que acho que eu mesmo só montaria outra banda se fosse com ele na bateria por causa do entrosamento e pela amizade. Ele achou legal a ideia e montamos a banda com o Felipe no baixo e um amigo nosso no vocal. Infelizmente não deu certo com o vocalista, assim eu e o Paulo assumimos o vocal  já que cantamos em outras bandas no passado.

SCUM - Vocês estão prestes a lançar o primeiro álbum de vocês. Como está sendo o processo de gravação? Conte um pouco sobre o que está vindo.
BRUNO - Na verdade será um EP que se chamará “Inner me (Enemy). Acabamos de finalizar “tudo”. Gravamos no estúdio A Torre que tem uma excelente infraestrutura e o dono do mesmo toca em outra banda com o Paulo chamada Spell Forest, pra produção chamamos o Fabiano Penna (Rebaelliun, The Ordher) que além de ser um amigo das antigas já produziu o Evokers em 2002... Então tava tudo em casa, e como a gente demorou demaaais pra gravar, pelo menos chegamos lá bem ensaiados, hahahaha.
Então foi tudo bem tranquilo.. Estamos disponibilizando os making of no youtube, então dá pra vocês terem bastante ideia de como foi.
Só que o foda agora é esperar a mix e master, mas deu muito trabalho, espero que o pessoal realmente curta.

SCUM - Como é o cenário para o grindcore em São Paulo?
BRUNO - Cara, posso te falar que não perde pra lugar nenhum do mundo, pelo meno em termos de bandas. Eu realmente fico muito impressionado cada vez que eu vou em um show e tem uma banda nova simplesmente destruindo. Tenho vários amigos  que sempre me mandam sons novos e eu penso  “caralho mano, aonde é que isso vai parar?”. Agora, lógico que falta lugar pra tocar, infraestrutura peca muitas vezes, mas ae não é culpa das bandas, e a galera que se mobiliza pra organizar uma parada sempre dá o máximo de si e tentam colocar o melhor equipamento possível. Só que ae já é uma discussão que vai além, como toda a política de importação que deixam os equipamentos absurdamente caros e muito mais, o dono do pico que já ganha absurdos com o bar e aidna cobra uma puta grana pra aluguel, às vezes o produtor quer até dar uma grana pras bandas, mas no final das contas ele tomou prejuízo, ae vai fazer o que, tirar do bolso e nunca mais organizar nada? Não dá. Se bem que antes de tocar bastante na cena grindcore eu tocava mais nos roles death / gore / Black.... e te falo que lá a situação era beeeem pior., foi meio que um choque quando eu entrei no Lial e vi bastante gente em um show... hahahahaha
Agora se vc me perguntar se tem panelas? Tem. Invejas? Tem. Mas ae é em todo lugar por que o ser humano é uma merda mesmo.

SCUM - Cite e comente sobre 3 bandas independentes nacionais que você indica.
BRUNO - Caralho mano, ae vc me fode! Ouahahauaoaha
Bom, vou tentar falar umas q não são tãããão conhecidas já que tem algumas que o público já tá ligado.
Mas posso falar que o material novo do Purulento tá foda... grindcore direto, insano, old school... piro demais no som deles!!
M.D.K. que acabaram de lançar um cd pela Bizarre Leprous (selo foda do brother Román) e mano, que cd absurdo!!!  Quem curte gore pode pegar, eu pelo menos acho o melhor do estilo já lançado por uma banda brasileira.
Tocamos algumas vezes com uma banda da Praia Grande chamada Summer Saco, do caralho!! Também diretão, mas com umas variações mais groovie... não cheguei a escutar nada de estúdio deles, ma pelo menos ao vivo os caras arregaçam!

SCUM - Qual foi o melhor show que vocês já fizeram? E o mais importante?
BRUNO - A gente tem sorte de nesse pouco tempo ter feito vários shows legais em diversos estados e sempre com várias bandas animais nacionais e internacionais. Fica até meio difícil falar... a tour toda com o Dead Infection por exemplo foi foda. Rio de Janeiro sempre é perfeito, tocar com o D.F.C. foi lindo também. Mas se tiver que escolher um tem que ser o More Gore than Before de 2012. Melhor fest do estilo no Brasil, só bandas top, grande público, exemplo de organização, e ainda saíram algumas resenhas falando muito bem da gente, inclusive na Hell Divine nos colocando como um dos destaques, fiquei bem surpreso com isso, só tinha banda boa, achei que a galera não ia dar muita atenção pra gente não, já que somos banda nova e com Praticamente nada gravado, mas foi foda!


SCUM - Ano passado vocês fizeram uma mini-tour com o Stoma da Holanda aqui em São Paulo. Como foi dividir o palco com os caras, convivência...
BRUNO - Cara, vou te falar que já fiz tour com muitas bandas gringas, mais de 15 ae se pá, e muitas bandas foda que a galera pira mesmo. E te falo que convivência com as bandas é uma merda... ainda mais se vc é fã dos caras, é zuado ver alguns caras que vc admira pessoalmente e se decepcionar muito com as atitudes, mas claro que não vou falar de nomes . Mas te falo que o Stoma é com certeza junto com o Fubar e Reason to Kill uma das bandas mais gente boa de todas. Já tinha feito uma tour com eles acho que em 2005 e foi tudo perfeito, dessa vez também ninguém tem do que reclamar, pior é que os 5 ficaram na minha casa mesmo, mas sempre respeitaram tudo, era festa todo dia, esses estão convidados a vim sempre! Mas shows mesmo foram poucos, acho que só três, tocou também uma banda de SJC chamada Manger Cadavre?... que também é sensacional.... Então o clima foi perfeito e todos os shows rolaram sem problemas e numa puta amizade legal.

SCUM - Esse espaço é de vocês! Agradecemos muito a entrevista, usem-o como quiser!
BRUNO - Queria agradecer muito pelo espaço cedido e parabenizá-lo pelo webzine. Enquanto muitos reclamam tem gente como vc arregaçando as mangas e trabalhando de verdade em pró da cena e bandas.
Assim que sair o material a gente te manda pra vc dar uma apreciada no material.
Mais uma vez muito obrigado e continue com o excelente trabalho.

LINKS RELACIONADOS
https://www.facebook.com/LeMarsOfficial